sábado, setembro 11

Água na boca




Rodopia-me


nos teus braços invencíveis


olhar cálido de


florestas virgens


as (minhas)


mãos de ti


em temperanças


esperanças


de violência e paixão


musica



e


s


q


u


á


l


i


d


a



miragem



espesso o sangue


latejante


fervente



angústia num manjar de deuses



passos


T.a.n.g.o.


lamento


tento


tanto


viver muito


na morte que se atreve


rápida.